pt
enptes
pt
enptes
  • Home
  • Blog
  • Energia solar 2022: panorama de oportunidades

Energia solar 2022: panorama de oportunidades

Energia solar 2022: panorama de oportunidades

À primeira vista, o mercado de energia solar em 2022 apresenta tendências, perspectivas e oportunidades, sobretudo no primeiro semestre. 

Com base no cenário do ano anterior, especialistas estão bastante otimistas com um 2022 ainda mais exponencial, onde alguns setores serão os maiores beneficiados, merecendo destaque o setor residencial, comercial, agronegócio e usinas.        

Segundo a ABGD (Associação Brasileira de Geração Distribuída), foi registrado em janeiro de 2022 o marco de 9 gigawatts (GW) de potência instalada, equivalendo a um salto sem precedentes de 8 GW para 9 GW em apenas 42 dias.

Perspectivas do mercado de energia solar para 2022

Antes de tudo, é preciso deixar claro que o mercado de energia solar aponta grandes marcos. Isso porque as empresas estão ano após ano se desenvolvendo, investindo em novas tecnologias, estudos e pesquisas, de maneira que se preparem melhor para atender à demanda global.

A Agência Internacional de Energia (IEA) fez um anúncio informando que o uso de energia solar chegará a 30% em 2022 a nível mundial. Isso graças à maior capacidade instalada de geração em países como a China, Alemanha, Japão e Estados Unidos. 

Cenário Nacional

O cenário nacional demonstra a mesma ascensão que a resposta internacional para esta tecnologia. 

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) trouxe em um estudo recente, que aponta que um dos meses de maior ascensão do mercado de energia solar foi outubro de 2021, onde a produção de energia proveniente de usinas solares fotovoltaicas atingiu 46,6%.

Dessa forma, as perspectivas para 2022 se elevam também, visto que desde o ano de 2020 a geração distribuída de energia fotovoltaica vem crescendo cerca de 230% ao ano no país.

Mas as oportunidades do mercado solar são promissoras?

O relatório anual World Energy Outlook traz informações relacionadas às energias renováveis, que serão responsáveis por 80% do crescimento na produção global de energia elétrica na próxima década. 

Esse estudo é bastante importante, pois traz apontamentos que vão mudar a forma como o mercado de energia solar se posiciona. Por exemplo, uma grande mudança será com relação ao uso global de carvão, que nunca mais voltará aos níveis já registrados. 

Sob o mesmo ponto de vista, esse relatório afirma que, em 2040, o carvão terá uma participação de menos de 20% na produção de energia. Ou seja, o mercado de energia solar avançará significativamente.

Além disso, os parques solares vão ganhar mais força em áreas de campo e remotas, possibilitando que agricultores tirem proveito dessa energia renovável a preços mais acessíveis, sem perder em qualidade de produção e condições de cultivo. 

Um dos setores que vêm utilizando a energia solar em todos os seus processos é o agronegócio, já que os painéis fotovoltaicos se tornam aliados da tecnologia em busca de um setor agrícola mais sustentável. 

Em 2022, a tendência é de que a agricultura faça parte do grupo de maiores impulsionadores da energia solar. 

Mercado de trabalho

Como resultado de tamanho crescimento e, principalmente, com a democratização da geração independente de energia elétrica a partir de painéis fotovoltaicos, um outro setor se desenvolve juntamente com o mercado de energia solar: a mão de obra especializada. 

A revenda de painéis solares, assim como a prestação de serviços de manutenção e instalação, aumentou ao mesmo tempo que a crise hídrica mudou as bandeiras tarifárias de energia elétrica no Brasil. 

Conheça quatro tendências que irão fomentar essa transição para a energia solar:

  • Aumento do número de vendas de veículos elétricos;

De acordo com a S&P Global Platts Analytics, os veículos elétricos irão passar por um aumento no volume de vendas de mais de 40% em 2022.

  • Novos níveis recordes de emissão de CO2;

Ainda segundo a S&P Global Platts Analytics, as emissões de CO2 poderão sofrer um aumento de 2,5% neste ano, de modo que esse seja um recorde tratando-se de emissão de CO2.

  • Geração de novos empregos

O interesse pelo mercado de energia solar se intensificou conforme os aumentos de energia elétrica foram sendo divulgados. 

Com tamanha procura por fontes renováveis de energia, o mercado de energia solar demandou profissionais que, em conformidade com a Absolar, somaram mais de 330 mil empregos entre os anos de 2012 a 2021. 

A entidade ainda afirma que a energia fotovoltaica trouxe cerca de R$ 57 bilhões em novos investimentos e R$ 15,1 bilhões em arrecadação aos cofres públicos durante o período. 

Sendo assim, a tendência é de que, em 2022, com o aumento da demanda, a oferta cresça ainda mais.

  • Marco Legal da Geração Distribuída

Com essa sanção relacionada à Geração Distribuída, o mercado de energia solar prevê o ganho de uma nova força no Brasil. 

A Lei 14.300/2021 se apresenta otimista, pois garante condições especiais a longo prazo sobre pagamento da tarifa de rede. 

Para compreender melhor, a ideia é que até o início de 2023 todas as pessoas que passarem a investir em uma usina própria de energia irão garantir até 2045 a isenção total da tarifa de uso para concessionárias.

Simultaneamente, todos que não aderirem a esse modelo de produção X consumo até o ano limite de 2023 estarão sujeitos a uma cobrança gradual da tarifa até 2028. 

Logo após o ano de 2028, um novo valor será cobrado, mas ele ainda está sendo estudado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

A L8 Energy faz parte dessa revolução no mercado de energia solar em 2022

Nós atuamos na distribuição de sistemas fotovoltaicos em todo o território nacional, especialmente em 2022, onde o nosso objetivo é alcançar patamares nunca antes registrados. 

Além disso, oferecemos a garantia NBD direto com a L8. Isso significa que, ao relatar um problema em seu sistema fotovoltaico, levaremos a solução até você o mais breve possível. 

Quer juntar-se a nós, iluminando a vida das pessoas por meio da energia solar? Visite o nosso site e entre em contato.

Até breve!

Leitura Recomendada

A Geração Distribuída (GD) de energia pode trazer mais estabilidade para a rede elétrica, evitando a sobrecarga do Sistema Interligado[...]
A L8 Group foi uma das poucas empresas brasileiras a participarem de um evento internacional de cibersegurança em Moscou (Rússia),[...]
A usina solar apresenta-se como uma das mais efetivas soluções quando falamos em sustentabilidade ambiental. Investir nela é uma maneira[...]
Carregar mais
A Geração Distribuída (GD) de energia pode trazer mais estabilidade para a rede elétrica, evitando a sobrecarga do Sistema Interligado[...]
A L8 Group foi uma das poucas empresas brasileiras a participarem de um evento internacional de cibersegurança em Moscou (Rússia),[...]
A usina solar apresenta-se como uma das mais efetivas soluções quando falamos em sustentabilidade ambiental. Investir nela é uma maneira[...]
Carregar mais
plugins premium WordPress