O que considerar na hora de montar um data center?

Seja local ou virtual, o Data Center pode auxiliar na melhoria da produção, na redução dos custos e na garantia do desempenho dos dados de sua empresa.

A rotina dos empresários demanda diversas tarefas nas mais variadas áreas. Uma delas é acompanhar as novas tecnologias. Isso porque estar de olho no que a tecnologia pode te acrescentar pode impactar em melhorias da produção, redução dos custos e a garantia da disponibilidade, do desempenho e da segurança dos dados de sua empresa. Assim, o termo “data center” logo ganha destaque entre as tendências tecnológicas mais utilizadas neste sentido.  

Esse termo até pode assustar e remeter a um recurso disponível apenas para megacorporações. No entanto, o barateamento das tecnologias e o crescimento da capacidade das conexões possibilitou que empresas de todos os portes e segmentos conseguissem ter acesso a esse importante recurso. 

Por isso, no texto de hoje vamos explicar melhor sobre o que é um data center e como montar um para obter bom desempenho no seu negócio. Confira!

O que é um Data Center? 

O Data Center é basicamente uma estrutura utilizada para armazenar todos os sistemas de informação de uma empresa. Em outras palavras, trata-se de uma infraestrutura com alta disponibilidade para os equipamentos e sistemas de tecnologia da informação. Assegurando, assim, o seu funcionamento durante todo o tempo. Nesse sentido, ele evita interrupções no processo e, consequentemente, aumenta a produtividade. 

Traduzindo a expressão em inglês, o centro de dados abriga os recursos necessários para o armazenamento e gerenciamento de servidores, redes e telecomunicação. Para isso, são utilizados equipamentos como switches, servidores, roteadores, storages, dentre outros. Dessa forma, ele também é considerado o sistema nervoso das empresas. 

Quem precisa de um Data Center?

Boa parte das tecnologias que temos disponíveis só existem graças ao funcionamento de toda esta infraestrutura que já mencionamos. No dia a dia de qualquer empresa, os funcionários certamente utilizam centenas — às vezes milhares — de arquivos e documentos. Todos eles estão em uma rede de servidores conectada a um data center que, se não funcionar corretamente, pode causar prejuízo.

Por esse motivo, investir em um data center próprio é viável não só para as grandes, mas também para pequenas e médias empresas. Com isso, é possível manter controle de todo o ambiente de acordo com sua necessidade, além de centralizar todas as suas informações e operações e ter acesso ao ambiente sem depender de conexões via internet.

Em outras palavras, se você gostaria de ter mais controle sobre os processos ou planeja que sua empresa cresça em pouco tempo, investir em um data center próprio pode trazer muitas vantagens.  

Como montar um Data Center? 

Após vencer a barreira da desconfiança e decidir por esse investimento, o empresário terá que fazer a escolha da infraestrutura correta de armazenamento. Primeiro, deve eleger entre um data center local ou virtual. Cada um tem vantagens e desvantagens que devem ser levadas em consideração pelo contratante de acordo com seu perfil. 

  • No Data Center local, a infraestrutura é mantida pela empresa, em um ambiente físico próprio para abrigar todos os equipamentos. Isso exige mão de obra especializada, com centralização das operações gerenciais e comerciais em softwares e hardwares particulares. Em contrapartida, também dá um maior poder de controle sobre o ambiente. 
  • Já no Data Center virtual, a hospedagem acontece em outro ambiente físico, com a empresa armazenando os dados por meio da internet. É uma espécie de terceirização, em uma parceria com um fornecedor de cloud computing. Neste modelo, é possível monitorar e configurar os recursos de forma remota. Nesse sentido, isso facilita a mobilidade de dados e reduz custos com TI. Por outro lado, exige um planejamento maior pela falta de controle interno e total integração dos colaboradores da área. 

 Qualidade acima de tudo 

Mais do que a escolha entre o modelo de data center, é importante optar pela qualidade. Afinal, as suas informações essenciais dependerão do desempenho do centro de processamento de dados. 

Além disso, alguns cuidados são recomendados, como analisar se o fornecedor é confiável e tem credibilidade, avaliando sua infraestrutura e capacidade na prestação do serviço de suporte. Dessa forma, com um data center pronto e seguro, a sua empresa estará pronta para o futuro, já que esta infraestrutura será a base para sustentar os negócios da companhia.  

A L8 tem em seu portfólio as melhores soluções para infraestrutura para atender qualquer tamanho de projeto . A concepção, construção e operação das infraestruturas de ambientes de TI não precisa ser um processo complicado, demorado e arriscado. 

Confira também: