energia solar on grid

Saiba a diferença entre os sistemas On Grid e Off Grid

Com o passar dos anos, a preocupação em utilizar energias limpas no dia a dia vem crescendo entre os brasileiros. Dentre as opções existentes por aqui, a energia solar provinda de sistemas fotovoltaicos é uma das que mais têm sido aplicadas 一 tanto que o país já conta com meio milhão de unidades.

A energia fotovoltaica surge da transformação dos raios solares em energia elétrica. Pelo fato dos painéis serem compostos por células fotovoltaicas, toda vez que a radiação solar alcança uma delas, ela produz uma corrente elétrica de baixa intensidade. Com isso, essa eletricidade é coletada e transferida para outros elementos que compõem o sistema. Por falar no sistema completo, ele pode ser de dois tipos: o on grid e o off grid 一 e você pode conhecer um pouco mais das características de cada um deles logo abaixo. 

Sistema on grid

Em sua tradução literal, a palavra “on” significa ligado. Sendo assim, o sistema on grid nada mais é do que o sistema que está conectado diretamente à rede elétrica. Também chamado de sistema grid tie, o sistema on grid funciona da seguinte maneira: a energia elétrica produzida por meio dos painéis solares, em sua totalidade ou parte dela, é enviada para a concessionária que, ao final do mês, abate parte da sua conta de luz através de um sistema de créditos. Assim como boa parte das coisas existentes no mundo, esse sistema possui vantagens e desvantagens. Confira quais são:

Vantagens
  • Custo mais baixo;
  • Baixa manutenção, além de ser de baixo custo;
  • Placas solares com vida útil de 25 a 30 anos;
  • É mais eficiente, por estar conectado com a rede.
Desvantagens
  • Não possui armazenamento de energia;
  • Em caso de apagão, o sistema para de funcionar;
  • Se a demanda for maior que a produção e você não tiver mais créditos com a concessionária, a conta de luz deverá ser paga. 
Sistema off grid

Ao contrário do sistema on grid, o sistema off grid é aquele que funciona de maneira independente 一 ou seja, ele não precisa ser ligado diretamente à rede elétrica da cidade para o seu funcionamento. Nessa configuração toda a energia gerada pelos painéis fotovoltaicos são armazenadas em baterias. Confira a seguir as vantagens e desvantagens desse modelo:

Vantagens
  • Sua casa ainda possui energia em casos de apagão;
  • Você pode ter energia em locais remotos, onde o sistema de energia da concessionária ainda é precário ou não existe;
  • Conta com armazenamento de energia.
Desvantagens
  • Menor eficiência, visto que se a energia é esgotada, o sistema não possui outras formas de ser alimentado;
  • Custos mais elevados, já que baterias precisam ser incorporadas ao sistema;
  • Vida útil das baterias pode ser bem menor do que a vida útil dos outros equipamentos, de 2 a 10 anos, dependendo do material da bateria. Isso encarece o processo e no decorrer dos anos, aumenta o payback do sistema. 
Qual modelo escolher?

Para essa pergunta, não há uma resposta exata. Na verdade, é preciso uma avaliação de todo o cenário – englobando questões geográficas e técnicas – para definir qual modelo de sistema fotovoltaico será melhor para o seu caso.

A L8 Energy, desde 2017, atua na industrialização e na distribuição de sistemas fotovoltaicos em todo o Brasil. Portanto, para saber qual o melhor tipo para a sua realidade, basta entrar em contato conosco pelo contato@l8energy.com.